Mensagem de Daniela Romo

Misa, telenovela El Hotel de los Secretos

 

Às vezes, as nuvens são pequenos planetas, pensamentos, silêncios, suspiros, alentos perdidos regendo a luz, nossas emoções.

Muito que ruminar nestes meses e quase sempre!

Tudo de repente, tão confuso! Tudo buscando a luz… E as nuvens…

Mas igual, sempre está ai! Poderosa luz! Como a gratidão e as palavras que não se perdem e que tanto me cobiçam e me abraçam!!!

Este é um ciclo importante, vital, emocionante! E quero com o coração dar-lhes obrigada por esse motor que tem me trazido até este 5° ano, celebro comovida inteiramente e de sua mão.

Muitos geram o caos! O melhor, a certeza de tê-los a meu lado! A certeza de entender que a luz sempiterna é, e que às vezes, as nuvens são pequenos planetas que detém nossa rotação para nos tornar suspiro e silencio, para forjar tudo aquilo que haveremos de compartilhar vivendo, vibrando, sorrindo, chorando, girando, tecendo as horas, os momentos, a eternidade dos sonhos.

Obrigada, Obrigada! Sempre obrigada! Sempre Luz! Com todo meu amor!

Escrevo isto em uma noite que venera os ciclos da vida!

Para todas aquelas almas que nos seguem, dando brilho, flashes, brilho do nosso SER.

DANIELA ROMO,  NOVEMBRE 2016.

 

GANHADORA DA VIDA

ENTREVISTA a Daniela Romo – Dia Internacional para a luta Contra o Câncer de Mama

Para a atriz e cantora, a melhor medalha que poderia ter obtido em 35 anos de carreira, foi recuperar a vida.

DNIELAROMOGRANHOTEL

“Sempre fui uma pessoa otimista, que sabe rir de si mesma. Disse ao doutor: Este é o meu Óscar, Você produz, você dirige e eu atuo, eu saio com o prêmio, isso eu, o asseguro”.

Desde o momento em que se detectou um tumor em seu seio e entrou na sala de cirurgia, até recuperar a sua saúde, assim mentalizou a atriz e cantora.

“Sempre tenho sido responsável com a minha pessoa; anualmente tenho feito exames perto da data do meu aniversário, para que seja um presente de vida, agora mais que nunca posso dizer quem sim o era.”

 “Nesta ocasião, me disseram que esperasse, porque havia algo raro; então começaram a entrar os doutores e me pediram que buscasse a um oncologista. Recordo que se atravessava o dia dos mortos e assim os foram para mim”, contou Daniela.

15 quimioterapias e 30 radioterapias foi o que me prescreveram após o procedimento que se realizou um dia depois do diagnóstico.

DanielaRomoBrasil

“Começou um caminho longo e doloroso, mas cheio de luz e experiências que não conhecia; aprendi o que realmente é o amor a vida, a honrá-la e dar-lhe a importância necessária, mesmo com uma dor muito forte, na qual  só diz a respeito a você. Mas o que de fato deseja é proteger os mais próximos de ti”.

Tive que fazer uma pausa de mais de 35 anos de carreira interrupta, realizando shows, telenovelas, séries, filmes, teatros e musicais.

“O ser humano não se dá conta do que é capaz de fazer, até que lhe toca. Eu não tinha o corpo treinado para suportar um ataque desse tamanho. Tem que recorrer a onde estão teus resquícios de luz, tua mente e interior”.De suas experiências como atriz, aplicou métodos que lhe ajudaram para sacar forças da debilidade, curar feridas e fazer-se renascer.

 “Há um hábito que tem me ajudado a desenvolver os meus personagens:  desprendo de mim mesma. Tive que despojar-se do olhava no espelho diariamente; fiquei sem cabelo, sem sobrancelhas, sem cílios, iriam a cair até as unhas”.

Não queria a nada lamentar-se e dizendo frases vulgarmente vazias, saber que estavam ai, me fez sentir apoiada, querida, amada, sem pressão. Pensava que me tocava ir, queria que todos em meu entorno sentisse orgulhosos de mim e que ficava bem, também”, disse.

Voltar a Nascer

Após da retrospectiva que fiz em sua mente, retomou um projeto que tinha ficado pendente e que casualmente representava um repasse por alguns dos seus sucesso musicais de sua carreira artística e outras inéditas, abordadas com novas roupagem.

danielaromo_photohqbyshefcarib70

“Agora tenho uma alegria incontrolável por fazer as coisas, desfrutá-las, gozar até dos maus tempos. É como que parir a ti mesma. Este processo me enriqueceu, terminando uma telenovela e finalizei “Para Soñar”, um disco para celebrar meus 40 anos de carreira, e encontrei outro sentido nas canções que havia interpretado tantas vezes”. Concluiu a cantora.

Gitana

Álbum lançado em 1987, marcado pelo pop e recheado de erotismo e sensualidade. Este trabalho conta com músicas compostas por Juan Gabriel e Armando Manzanero.

daniela-romo-gitana

– Agradecimentos- 

disco-lp-daniela-romo-gitana-interpreta-diez-exitos-2645-MLM2896945184_072012-F

A melhor forma de comunicação é a música, que nos aproxima tanto, que suaviza, adorna, acentua e acompanha a palavra. Que às vezes seca, voa ou leva. Se confunde, música que provoca os sentidos e da mil sentidos e direções às palavras, que definem, que atormentam, que dão segurança, que sensibilizam, que tocam, que machucam, que confortam, que nos confundem, que rompem os silêncios e magoas. Pensamentos propícios que  nos rasgam por dentro, que amordaçam, que reinventam, que nos dão dicas, nos ilumina e nos conecta em qualquer dos mundos das sensações. Cantar é o meu ato de amor à vida. Obrigada aos meus cúmplices que fazem disso uma coisa possível. Hoje você é um deles, um outra influência em meu caminho. Alcançar o vôo alto é muito difícil, no entanto luto ansiosamente por isso, porque sou… “Gitana”! Com amor, Daniela Romo.

– Faixas – 

gitana6

1. Es mejor perdonar Juan Gabriel
2. Diez minutos de amor P. Pinillas (Beechowood)
3. Lo que las mujeres callamos José Ramón Flores / Difelisatti (Beechowood)
4. Tanto esperar por ti J. M. Purón
5. Gitana Daniela Romo / Difelisatti (Beechowood)
6. Hay un sitio libre en mi corazón (a dueto con Mijares) Daniela Romo / Difelisatti
7. Ese momento Armando Manzanero
8. El poder del amor José Ramón Flores, J. Gluck (Beechowood)
9. El diablo en mi tejado Luis Carlos Esteban (Beechowood)
10. Cuando empieza el amor Daniela Romo / Difelisatti (Beechowood)

Novamente a necessidade de chorar as paixões da alma me convertem em nômade e me reúnem à eles, sou sua cigana, “Ay, sou sua cigana morena!” Sou a cigana dos soldados do talento, como um patriarca que marca os limites e todas juntas decidimos o rumo, com um trabalho emocional que nos leva a buscar o som que transpassa suavemente as distâncias, as fronteiras, como um fantasma que faz música e se materializa nesta busca… Outra vez abandonamos nosso mundo próprio para viver intensamente em fantasia de um sonho que queremos que seja realidade, como essas ciganas que viajam com uma ferida sempre viva, e ainda que tenham uma cicatriz, guardando e repartindo a alegria que nos impulsiona a dar mais uma passo, sempre com nossa liberdade.

Com a bagagem de sentimentos, nosso maior tesouro cai agora em suas mãos e justifica o andar deste caminho, da magia, da anarquia, das luzes, do amor e da paixão por sermos ciganos. Aos meus, os amo! Obrigada Miguel, Peter, Boli, Jesús, José Ramón, Loris e Luis Carlos. Por esta primeira vez, obrigada Pinilla y Poron, pela enésima vez, obrigada sempre Luis e Oscar. Love to Max Allen, and the crew (e sua equipe). Obrigada pela vida que me dão em suas produções artísticas, às ciganas do caminho, aos meus músicos, e à  Víctor Hugo por compartilhá-la. Mijares, “àquele senhor” Armando Manzanero um beijo especial. A Seret te quero sempre, sempre obrigada ao meu adorado Juan Gabriel. Y ao amor, pelo amor, pela força, pela entrega, pelo suporte.Alcançar o vôo alto é muito difícil, no entanto luto ansiosamente por isso, porque sou… “Gitana”! Com amor, Daniela Romo.

 

 

gitana7.jpg

Ficha técnica:

EMI Capitol de México • Año 1987 • Direção: Gian Pietro Felisatti • Finalizações: Loris Ceroni, Santa Noe, Gian Pietro Felisatti, J. Gluck, L. C. Esteban • Diretor de Arte e Produtor Executivo: Miguel Blasco • Fotografia: Max Clemente • Estudio de Gravação: Bologna: C.R.S., Milano: Baby- Studio, Madrid: Sonoland • Conceito da Capa: Daniela Romo

#Nota: Protagonistas

99 (2)

Há algumas semanas, Hernán Orjuela chegou ao México e trouxe boas notícias: ele fez um acordo com a XCW, uma emissora de rádio da Televisa, onde será feito um intercâmbio de programas musicais onde o canal Caracol Radio transmite ao país asteca as produções de artistas nacionais e a XCW faz o mesmo com artistas mexicanos.  No primeiro programa, especial, foi transmitido  o Gran dis-jockey Caracol, dirigido por Hernán Orjuela e transmitido no sábado (de 9h15 às 10hs). Seu desejo é fazer o mesmo com outros países vizinhos, tudo com fins comerciais e de integração. Na televisão, ele também gravou especiais com Daniela Romo e José José para o programa “Ho es viernes”.

Eu Acredito em Reencarnação

Por Cesar Calderon

Minha vida é uma luta constante em busca de uma evolução interior. Pode-se livrar de quem seja, mas nunca de si mesmo. Podes enganar aos demais, mas nunca a ti mesmo. Essa é a minha vida.

De onde venho? De muitas vidas. Sou uma mulher que tenho 26 anos, que vive neste país e que tenho como missão de sensibilizar os demais. Sou uma célula salva de milhares e de milhões que morrem todos os dias. Estou viva e estar viva significa parte de um todo. Somos parte da natureza, de um grande cosmo. Somos parte dessa energia que se move em muitos níveis. Seu nome pode ser Cosmo ou Deus.

Repórter:

No princípio de julho passado, uma delicada operação suspende a turnê artística de Daniela Romo pela Espanha e sua voz deixou de ser escutada durante algum tempo. Longos dias que teve que guardar o silencio absoluto para se recuperar de um Cisto que obstruía as cordas vocais, e que pôs em perigo a sua carreira.

Nesses dias Daniela teve um forte encontro consigo mesma, que a fez crescer e descobrir uma face que nada conhecia; seu pensamento místico, sua crença na reencarnação e a relação de tudo, também com sua vida artística, espiritual e amorosa, além de seus planos presentes e futuro.

“Durante meu processo de recuperação tive que estar 10 dias calada. Se aprende muito calando. É muito importante aprender do silêncio e escutar os demais, a parte que te livras de dizer muitas estupidezes. Estou feliz de ter vivido essa evolução e introspecção pessoal tão fundamental”.

Creio que agora é a milésima vez que repito, hoje estou mais completa. Estou plantando a vida através de uma série de questionamentos clássicos, como: Quem sou? De onde venho? A onde vou? Às vezes exigimos de Deus o porquê de tantas coisas e danos, mas esquecemos que a vida é como uma “Bumerang” que tem que pagar tudo o que se tem feito. É a lei do Karma.

Repórter:

Karma? A palavra soa rara, inclusive forte, mas saindo dos seus lábios parece tão natural, como qualquer outra.

Durante anos dos filósofos, teólogos e estudiosos do mundo esotérico têm investigado sobre a “Lei do Karma” que não é outra coisa que a lei de causa e efeito. É decidir todo o que fizemos, pensamos ou cometemos na vida. Gera uma dívida que temos que pagar tarde ou cedo, seja boa ou mal. É como diz a bíblia “olho por olho, dente por dente”, assim o efeito das nossas ações é o resultado de nossas sementes e isto nos conduz a outra teoria. A reencarnação.

 Então, acredita na reencarnação?

Sim, Creio na reencarnação.  Penso que tenha vivido outras vidas, e isto é resultado dessas vivencia passada. Muitas pessoas se perguntam: Por que não te recordas da tua vida? Isto é lógico, mas lembra de Mozarte? Tocava piano aos 4 anos e ademais companhia. Como se explica? É que possivelmente se recorda de uma de suas vidas anteriores, onde foi um grande pianista. Pode ser, não?

Entrevista

O que ama?

“Amo a minha família. Minha mãe é uma grande mulher. Ela trabalha para ajudar a manter a carreira. Sonho em ter o suficiente, para que possa retirar e poder lhe ajudar, dando tudo o que ela deseja e os maiores gostos do mundo.”

“Amo meus amigos. Considero que a amizade é tão importante como o amor; é o amor. Sou apaixonada pelas minhas amizades, me entrego a elas em alma e mente, e até agora meus amigos tem correspondido divinamente. Isto me traz uma recordação triste: tinha uma amiga que era como uma irmã, algo especial entre ela e eu. Quando estava gravando o meu LP na Espanha, ela foi de visita e como estava ocupada com meus assuntos, não dediquei o tempo que deveria. Um dia, minha amiga subiu em um trem com sua família…. e morreu em um acidente. Despertei! Me dei conta que temos que dizer “Te amo”… porque não sabemos até quando estaremos aqui.”

O que a emociona?

“As pessoas, sempre as pessoas! É que existem pessoas que tem cada detalhe… nunca esquecerei da família; em um pequeno e pobre povoado mexicano que me preparou uma deliciosa comida, apesar de seus poucos recursos, porque era a artista , a visitante.”

“Emociona-me a natureza, ver a beleza de cada dia, descobrir o bom de cada ser humano…”.

Me comove as demonstrações de afeto do meu público, jamais poderei apagar tudo o que tem feito sentir. Por isso aproveito esse momento para dizê-los, Obrigada!

O que a alegra?

“A vida mesma; é o mais lindo que há; que lindo é está cheia de inquietudes, de sonhos, de potencial humano. Amo a vida, tanto como a minha profissão, e isso é algo maravilhoso.”

“Sou uma pessoa sensível, e me faz feliz as coisas pequenas; caminhar em um mercado ao ar livre, comer tacos em qualquer esquina, sonhar acordada…”

O que odeia?

“A Injustiça. A intolerância. Creio que o “ódio” é uma palavra muito forte; digamos que há coisas que me faz ficar irritada.”

O que te entristece?

As noticias sobre as crianças que passam fome e trabalho escravo no mundo. Não te imaginas em que estado me põe, não as suporto. Parece-me algo tão injusto.

Nunca te sentistes sozinha?

A solidão não é uma circunstância, se não um estado de animo. Pode sentir-se sozinha mesmo rodeada de pessoa. Por isso, não tem que temê-la, se não, aprender, manejá-la. Na solidão comigo mesma, que não é frequente, porque tenho muito amigos, aproveito para pensar, para ler, para buscar.

Tem medo da morte?

Não. Porque acredito na reencarnação. Penso que tem que haver níveis diferentes, instancias vitais e com distintos gradativos de evolução. Estou convencida de que temos uma missão sobre a terra e que só uma vida não basta para levar adiante.

Entre tuas duas faces de atriz e cantora, qual preferes?

As duas, porque ambas constituem um desafio. Como atriz, tenho a responsabilidade de emprestar meu corpo a um personagem e dá credibilidade seus pensamentos, suas palavras, seus gestos. Como cantora? Sou eu mesma, sem frescuras e nem pretextos, subo ao palco para defender o que penso e o que sinto.

Você se veste muito bem, o que acha?

Deve ser porque tenho um corpo de pobre e cabe todos os retalhos. As pessoas que estão próximas a mim, tem aprendido conhecer o meu gosto e de repente chegam a min e dizem: “te compramos este vestido, porque percebemos que a sua cara Daniela”

Eu mesma quando vou às lojas não sei o que comprar, não sei decidir.

Seu lado louco?

Tenho meus dias loucos, gosto de deixar a menina que vive dentro de mim soltar o cabresto. Então deixo soltar a imaginação, quando tinha oito ou nove anos, acreditava que as nuvens eram de algodão e que um dia poderia alcançá-la… Outro dia, me disfarço como quando as meninas se vestem como mulher; então ponho meu melhor vestido – o mais chamativo – me maqueio bem e saio nas ruas como Daniela Romo, a atriz e cantora. É muito divertido. 

Daniela Romo sobre William Levy: Eu o amo e não é verdade que a fama o subiu à cabeça.

Fonte: People em Español, 14 de Agosto de 2013

slide_284860_2189879_free

Piadista e jovial, Daniela Romo – que superou o câncer de mama há alguns meses – compartilhou alguns detalhes das gravações de La Tempestad na pequena cidade de Alvarado, em Veracruz. Romo usa o guarda-chuva para se proteger e conversa sobre os rumores contra o elenco da novela, encabeçado por Ximena Navarrete, Iván Sanchéz e William Levy, de quem nega que a fama subiu à cabeça.

“Que os mistérios das tempestades e das novelas sejam mantidos em segredo, porque o mistério é o que nos dá efervescência para continuar. Mas eu o amo, e não é verdade o que dizem”, conta a atriz. Por trás das câmeras, o maior inimigo é o intenso calor.

“Para nós tem sido muito gostoso, por exemplo, para William, quando precisa se aventurar pelo mar… tem direito de se refrescar. Mas nós não podemos e de repente, sentimos um calor intenso. Como agora, estamos gravando em pleno verão e a cidade está cheia de turistas, as crianças não estão nas escolas e de repente, o cenário vira uma loucura”.

Ximena-Navarrete-y-William-Levy-causan-retrasos-en-La-Tempestad

_15-b291c8ef-06a7-11e3-9062-7637b2d61c06

A cantora também falou sobre seus companheiros protagonistas: “É a terceira novela que faço com William, eu o adoro, somos muito parecidos em certos sentidos. Somos do mesmo signo, já celebramos alguns aniversários juntos porque são dias de diferença.” Sobre Ximena, Romo diz: “Ela é a surpresa mais bonita que me aconteceu viver, estuda muito e a cada dia se supera. Está na gente e com a gente, a admiro e a agradeço muito”.

Sobre o espanhol, conta com bom humor: “Iván agora fala “choradas” (gíria mexicana). Mesmo que seu personagem possa parecer pedante e espantoso, ele é muito ligeiro e é uma pessoa maravilhosa”.