Um encontro com a canção

Daniela Romo lendo jornal

*Imagem ilustrativa. Você encontrará a nota original, abaixo da publicação.

Dona de uma personalidade e de uma trajetória notável, Daniela Romo, brilhante estrela, ultrapassou os limites de sua vida pessoal e se converteu em uma pessoa pública da arte dramática, assim como grande cantora (a nível mundial do espetáculo). Romo é uma mulher de grande capacidade e muito ímpeto em sua vida pessoal e profissional, que se autodefine como uma mulher privilegiada ao fazer o que mais ama na vida: ser artista e viver da arte (celebrando 21 anos de carreira, dos quais 9 foram dedicados à música).

Iniciou seu caminho no âmbito artístico sendo integrante do Coro de Los Hermanos Zavala, seguiu como modelo e depois iniciou no teatro (17 obras teatrais), percorreu o cinema (7 filmes) e mais tarde ingressou na televisão (6 novelas e 4 séries musicais).

A primeira musica do seu novo álbum se chama “Que sabes tu”, que foi um êxito notável quando lançado e foi interpretado por grandes cantores (inclusive, internacionais). Agora, Daniela dá a música uma nova dimensão e imprime um toque especial (da forma que só ela sabe fazer).

Cabe destacar que com este novo álbum de boleros, ela se consolida internacionalmente como uma das grandes cantoras da América Latina. Nós despedimos de Daniela Romo, uma beleza com talento que triunfa no mundo, mas que guarda belos momentos na Argentina.

Nota: Enzo Galeota

ROMO1

Anúncios

Reflexão sobre a Vida

 Daniela no Programa Leyendas RMS

Sou inimiga da injustiça, gostaria que houvesse mais justiça no mundo. Mas não haverá outra forma de resolver as coisas, se não começarmos a mudar a nós mesmos. Não podemos mudar o mundo, mas podemos mudar a um (nós mesmos), desde o momento em que se acorda até a hora que se vai dormir. Ao sair de casa com boa atitude,  terás de volta uma boa atitude.

gitana05O que todos seres humanos  tem em comum, é a morte, como destino comum também é de ter nascido e está aqui. Estamos aqui neste planeta, e precisamos respeitá-lo, porque somos parte dele e somos parte de tudo. Somos um ponto tão pequenino no Universo tão imenso.

Então, me interessa falar sobre essas coisas e projetá-las, pois a vida é breve e frágil.  Gosto que as pessoas, e que eu mesma tenha desejo de aprender e querer desfrutar os instantes, pequenas alegrias, dar risadas e gargalhadas, gozar de uma amanhecer ou um entardecer, admirar uma paisagem, aproveitar o momento compartilhado. Gosto de desfrutar das coisas, porque a vida não passa de uma etapa bem curta. Nós seres humanos, somos frágeis e breves.

22/10/2017

“Sou Daniela Romo da Televisa e nada mais”

“Sou Daniela Romo da Televisa e nada mais.” A cantora festeja por gozar de saúde e seguir ativa nos cenários. Hoje será madrinha do Musical Mentiras.

Há passado cinco anos desse que Daniela Romo revelou que havia ganhado a batalha contra o câncer. Ao fazer uma retrospectiva, a cantora se mostra otimista por todos os planos que quer concretizar no futuro. Em entrevista, Romo, que acaba de completar 58 anos, salienta que está satisfeita em seguir fazendo parte da Emissora (Televisa) de San Ángel.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, sentado e chapéu

“As datas são significativas e este (seu aniversário) é muito significativo, porque é meu aniversário de calendário, no qual me tocou nascer, mas é também meu aniversário de número 5, depois do… é algo que se agradece muitíssimo. Depois de ter tido essa experiência de vida, algo que foi muito forte, muito duro. É difícil, não é fácil, mas estou viva e tenho que continuar aproveitando e seguir somando experiências.”

 A atriz, que atualmente participa da novela “En tierras salvajes”, expressa, que está feliz por ter passado momentos assim, na qual lhe deu um novo entusiasmo e uma nova atitude diante da vida.

“Quero fazer um milhão de coisas, tenho uma caixa repleta de ideias, e de coisas por fazer. Eu como pessoa, como atriz e como cantora, quero aproveitar o que tenho aprendido em meu caminho de vida.”

Hoje, a interprete será a madrinha das três mil apresentações da obra Mentiras, na qual aplaude sua permanência nos cenários, e o trabalho dos atores que foram desfilados por ela. “O que me dá mais alegria, é que tenham durado muito, nesse cenário de estar e fazer teatro.”

 A atriz sinaliza que tem muitos planos para o futuro, um deles será vê-la no teatro novamente, assim como gravar um novo CD. Também pensa em descansar um pouco, e se mostra agradecida de seguir tendo exclusividade na Televisa.“Estou ai, toda a minha vida, 45 anos quase, cheguei quando era uma jovenzinha. Tem sido a minha casa, um lugar onde tenho vivido grande parte da minha vida, e onde fui aprendendo e crescendo. Tive a oportunidade de trabalhar com Ernesto Alonso, Valentín Pimstein, com quase todos os produtores. Sou uma pedra desse lugar, se um dia o levarem, no inventario sairei como uma lâmpada ou uma parede.”

Ao perguntar se animaria em ir a outra emissora, indica: “Nem de momento, nem creio, que depois. Tenho gravado e o mundo sabe que sou Daniela Romo da Televisa.

 

01/09/2017

El Universal – Espectáculos

Sinopses de En Tierras Salvajes

Logo e Sinopses de En Tierras Salvajes 

A imagem pode conter: texto

É a história de três homens apaixonados pela mesma mulher… E uma mulher condenada a decidir a quem amar.

Isabel Montalbán, é uma menina da grande cidade, que se desloca ao povoado em que vivem seus pais e os dois irmãos de Aníbal Otero, seu marido. O que ninguém imagina é que a presença da jovem nessa casa, está a ponto de mudar o destino de todos da família… Para sempre.

Sergio e Daniel, os dois irmãos de Aníbal, não podem evitar se apaixonar por Isabel. Ambos sabem que devem renunciar ao que sentem, por seu bem, ao do seu irmão e da sua família. Mas é impossível ocultar o amor nos olhos de quem ama, e agora… Já não podem deixar de olhá-la… Às vezes o coração não atende as razões de parentesco.

Aqui as leis humanas não são as que mandam. Nestas terras selvagens, podem mais as leis do coração.

Mensagem de Daniela Romo

Misa, telenovela El Hotel de los Secretos

 

Às vezes, as nuvens são pequenos planetas, pensamentos, silêncios, suspiros, alentos perdidos regendo a luz, nossas emoções.

Muito que ruminar nestes meses e quase sempre!

Tudo de repente, tão confuso! Tudo buscando a luz… E as nuvens…

Mas igual, sempre está ai! Poderosa luz! Como a gratidão e as palavras que não se perdem e que tanto me cobiçam e me abraçam!!!

Este é um ciclo importante, vital, emocionante! E quero com o coração dar-lhes obrigada por esse motor que tem me trazido até este 5° ano, celebro comovida inteiramente e de sua mão.

Muitos geram o caos! O melhor, a certeza de tê-los a meu lado! A certeza de entender que a luz sempiterna é, e que às vezes, as nuvens são pequenos planetas que detém nossa rotação para nos tornar suspiro e silencio, para forjar tudo aquilo que haveremos de compartilhar vivendo, vibrando, sorrindo, chorando, girando, tecendo as horas, os momentos, a eternidade dos sonhos.

Obrigada, Obrigada! Sempre obrigada! Sempre Luz! Com todo meu amor!

Escrevo isto em uma noite que venera os ciclos da vida!

Para todas aquelas almas que nos seguem, dando brilho, flashes, brilho do nosso SER.

DANIELA ROMO,  NOVEMBRE 2016.

 

GANHADORA DA VIDA

ENTREVISTA a Daniela Romo – Dia Internacional para a luta Contra o Câncer de Mama

Para a atriz e cantora, a melhor medalha que poderia ter obtido em 35 anos de carreira, foi recuperar a vida.

DNIELAROMOGRANHOTEL

“Sempre fui uma pessoa otimista, que sabe rir de si mesma. Disse ao doutor: Este é o meu Óscar, Você produz, você dirige e eu atuo, eu saio com o prêmio, isso eu, o asseguro”.

Desde o momento em que se detectou um tumor em seu seio e entrou na sala de cirurgia, até recuperar a sua saúde, assim mentalizou a atriz e cantora.

“Sempre tenho sido responsável com a minha pessoa; anualmente tenho feito exames perto da data do meu aniversário, para que seja um presente de vida, agora mais que nunca posso dizer quem sim o era.”

 “Nesta ocasião, me disseram que esperasse, porque havia algo raro; então começaram a entrar os doutores e me pediram que buscasse a um oncologista. Recordo que se atravessava o dia dos mortos e assim os foram para mim”, contou Daniela.

15 quimioterapias e 30 radioterapias foi o que me prescreveram após o procedimento que se realizou um dia depois do diagnóstico.

DanielaRomoBrasil

“Começou um caminho longo e doloroso, mas cheio de luz e experiências que não conhecia; aprendi o que realmente é o amor a vida, a honrá-la e dar-lhe a importância necessária, mesmo com uma dor muito forte, na qual  só diz a respeito a você. Mas o que de fato deseja é proteger os mais próximos de ti”.

Tive que fazer uma pausa de mais de 35 anos de carreira interrupta, realizando shows, telenovelas, séries, filmes, teatros e musicais.

“O ser humano não se dá conta do que é capaz de fazer, até que lhe toca. Eu não tinha o corpo treinado para suportar um ataque desse tamanho. Tem que recorrer a onde estão teus resquícios de luz, tua mente e interior”.De suas experiências como atriz, aplicou métodos que lhe ajudaram para sacar forças da debilidade, curar feridas e fazer-se renascer.

 “Há um hábito que tem me ajudado a desenvolver os meus personagens:  desprendo de mim mesma. Tive que despojar-se do olhava no espelho diariamente; fiquei sem cabelo, sem sobrancelhas, sem cílios, iriam a cair até as unhas”.

Não queria a nada lamentar-se e dizendo frases vulgarmente vazias, saber que estavam ai, me fez sentir apoiada, querida, amada, sem pressão. Pensava que me tocava ir, queria que todos em meu entorno sentisse orgulhosos de mim e que ficava bem, também”, disse.

Voltar a Nascer

Após da retrospectiva que fiz em sua mente, retomou um projeto que tinha ficado pendente e que casualmente representava um repasse por alguns dos seus sucesso musicais de sua carreira artística e outras inéditas, abordadas com novas roupagem.

danielaromo_photohqbyshefcarib70

“Agora tenho uma alegria incontrolável por fazer as coisas, desfrutá-las, gozar até dos maus tempos. É como que parir a ti mesma. Este processo me enriqueceu, terminando uma telenovela e finalizei “Para Soñar”, um disco para celebrar meus 40 anos de carreira, e encontrei outro sentido nas canções que havia interpretado tantas vezes”. Concluiu a cantora.

Gitana

Álbum lançado em 1987, marcado pelo pop e recheado de erotismo e sensualidade. Este trabalho conta com músicas compostas por Juan Gabriel e Armando Manzanero.

daniela-romo-gitana

– Agradecimentos- 

disco-lp-daniela-romo-gitana-interpreta-diez-exitos-2645-MLM2896945184_072012-F

A melhor forma de comunicação é a música, que nos aproxima tanto, que suaviza, adorna, acentua e acompanha a palavra. Que às vezes seca, voa ou leva. Se confunde, música que provoca os sentidos e da mil sentidos e direções às palavras, que definem, que atormentam, que dão segurança, que sensibilizam, que tocam, que machucam, que confortam, que nos confundem, que rompem os silêncios e magoas. Pensamentos propícios que  nos rasgam por dentro, que amordaçam, que reinventam, que nos dão dicas, nos ilumina e nos conecta em qualquer dos mundos das sensações. Cantar é o meu ato de amor à vida. Obrigada aos meus cúmplices que fazem disso uma coisa possível. Hoje você é um deles, um outra influência em meu caminho. Alcançar o vôo alto é muito difícil, no entanto luto ansiosamente por isso, porque sou… “Gitana”! Com amor, Daniela Romo.

– Faixas – 

gitana6

1. Es mejor perdonar Juan Gabriel
2. Diez minutos de amor P. Pinillas (Beechowood)
3. Lo que las mujeres callamos José Ramón Flores / Difelisatti (Beechowood)
4. Tanto esperar por ti J. M. Purón
5. Gitana Daniela Romo / Difelisatti (Beechowood)
6. Hay un sitio libre en mi corazón (a dueto con Mijares) Daniela Romo / Difelisatti
7. Ese momento Armando Manzanero
8. El poder del amor José Ramón Flores, J. Gluck (Beechowood)
9. El diablo en mi tejado Luis Carlos Esteban (Beechowood)
10. Cuando empieza el amor Daniela Romo / Difelisatti (Beechowood)

Novamente a necessidade de chorar as paixões da alma me convertem em nômade e me reúnem à eles, sou sua cigana, “Ay, sou sua cigana morena!” Sou a cigana dos soldados do talento, como um patriarca que marca os limites e todas juntas decidimos o rumo, com um trabalho emocional que nos leva a buscar o som que transpassa suavemente as distâncias, as fronteiras, como um fantasma que faz música e se materializa nesta busca… Outra vez abandonamos nosso mundo próprio para viver intensamente em fantasia de um sonho que queremos que seja realidade, como essas ciganas que viajam com uma ferida sempre viva, e ainda que tenham uma cicatriz, guardando e repartindo a alegria que nos impulsiona a dar mais uma passo, sempre com nossa liberdade.

Com a bagagem de sentimentos, nosso maior tesouro cai agora em suas mãos e justifica o andar deste caminho, da magia, da anarquia, das luzes, do amor e da paixão por sermos ciganos. Aos meus, os amo! Obrigada Miguel, Peter, Boli, Jesús, José Ramón, Loris e Luis Carlos. Por esta primeira vez, obrigada Pinilla y Poron, pela enésima vez, obrigada sempre Luis e Oscar. Love to Max Allen, and the crew (e sua equipe). Obrigada pela vida que me dão em suas produções artísticas, às ciganas do caminho, aos meus músicos, e à  Víctor Hugo por compartilhá-la. Mijares, “àquele senhor” Armando Manzanero um beijo especial. A Seret te quero sempre, sempre obrigada ao meu adorado Juan Gabriel. Y ao amor, pelo amor, pela força, pela entrega, pelo suporte.Alcançar o vôo alto é muito difícil, no entanto luto ansiosamente por isso, porque sou… “Gitana”! Com amor, Daniela Romo.

 

 

gitana7.jpg

Ficha técnica:

EMI Capitol de México • Año 1987 • Direção: Gian Pietro Felisatti • Finalizações: Loris Ceroni, Santa Noe, Gian Pietro Felisatti, J. Gluck, L. C. Esteban • Diretor de Arte e Produtor Executivo: Miguel Blasco • Fotografia: Max Clemente • Estudio de Gravação: Bologna: C.R.S., Milano: Baby- Studio, Madrid: Sonoland • Conceito da Capa: Daniela Romo