O Triunfo da Maturidade

Olá! Nossa equipe está imensamente feliz com o lançamento do blog dedicado à Daniela Romo. Optamos por iniciar as publicações com uma tradução de uma matéria, feita em 2001, onde Daniela fala sobre a sua vida pessoal e profissional. Esperamos que gostem e convidamos a todos à interação. Aceitamos dicas, críticas e sugestões.


images

Com o mistério e a maturidade da ‘dama de quatro décadas” (referência à uma famosa canção), Daniela Romo está na plenitude de sua carreira. Pelo menos, é o que demonstra a sua agitada agenda no mundo das novelas que para este ano inclui Las Vias del Amor e El Manancial – duas grandes produções que atraem milhares de pessoas (e as deixam emocionadas).

Seus papéis na TV:

Dentre essas novas emoções se inclui o papel que interpreta em Las Vias del Amor. Sobre o seu personagem, Daniela afirmou que está diretamente em contato com a vida real: “Como Letícia Lopez, faço uma mãe solteira que criou seus dois filhos sozinha. Ela enfrenta muitas coisas por eles e ao mesmo tempo, se ocupou de encontrar um amor. No fundo, ela é como todas nós, como as mulheres da vida real, que tem filhos e tratam de cria-los, trabalhar e lutar por eles”, explica.

Seu personagem em Manancial é totalmente diferente, na novela veremos uma mulher que ficou amarga ao ser traída pelo esposo infiel. A partir deste momento, ela centra a sua vida na obsessão de impedir que outra fique com ele: “São situações que existem e pelas quais qualquer mulher pode passar, independente da sua idade”, explica. A atriz evidencia que ao contrário do que muitos poderiam pensar, interpretar uma mulher mais velha não lhe causa pesadelos.

‘Posso dizer que estou desfrutando muito do meu trabalho. Tanto quanto  na época em que fiz a minha primeira novela.”, afirma. ‘Depois de 30 anos de carreira é muito satisfatório ter o entusiasmo e a ilusão do começo, mas agora… com um ponto de vista mais maduro”.  

Maturidade. Essa palavra resume o êxito de Daniela Romo e claro, devemos lembrar do seu talento…. Enquanto outras figuras do meio artístico insistem em lutar contra a idade e dependem da força da maquiagem (e interpretam papéis jovens com galãs com quase a metade de suas idades), Daniela recebe os anos com naturalidade: “Não me afeta ter mais de 40, como todas, passei por uma crise existencial, mas depois me dei conta de que estou nos melhores anos da minha vida. Hoje estou muito mais feliz do que era quando adolescente”.

No entanto, do passado a atriz conserva o legendário cabelo que vai até abaixo da cintura. (Quando vai ao cabeleireiro, só corta as pontas para não deixa-lo passar da cintura): “Não cortei o cabelo e agora não penso em cortá-lo. Apesar que todo mundo diga que tenho que fazê-lo.  Mas na novela que estou filmando (Manancial), a minha personagem aparece com os cabelos trançados, um estilo que foi muito popular nos anos 50/60. É um look que me agradou muito”.

Solteira, feliz e bela como sempre…

Daniela Romo não teve filhos. Mesmo assim, em seu papel como Letícia, em Las vias del Amor, não teve problemas em criar uma mãe com sua ternura e preocupações: “Nós (mulheres), possuímos um instinto maternal, por isso é muito fácil projetar esse sentimento. Na novela (El Manantial), por exemplo, cheguei a sentir como se Mauricio Islas fosse meu filho de verdade”

Serena e segura, não renunciou nenhum personagem. E disse que não se arrepende do fato de não ter tido filhos: “O fato de ser mulher as vezes nos condena a um dever. Existem crianças abandonadas por todas as partes e todos não tiveram uma mãe. Mas eu, que não fui mãe, quando vejo uma criança não deixo de sentir algo especial e trato de lhe mostrar um sorriso…o menino que vemos hoje, resultará no homem de amanhã”.

Só lhe falta tempo

Com uma carreira frutífera, um horário intenso e uma vida sem problemas, Romo afirmou que a única coisa que faz falta em sua vida é tempo: “Trabalho de sol a sol e nos momentos de descanso, desejo ficar sozinha”. Não está buscando um parceiro, afirma: “Através dos anos, nós mulheres, ficamos mais manhosas e exigentes. Mas, encontrar um novo parceiro não tem nada haver com a idade. Dianne Carrol se casou aos 85 anos. O importante é desfrutar da vida e das relações amorosas, deixar que elas cresçam e evoluam para poder resgatar o melhor do passado e ter uma boa recordação, disse filosoficamente.

Por último, ao ouvir o chamado do estúdio, regressa imediatamente a gravação da novela. Mas antes, esclarece: “Sobre o que te disse sobre o meu cabelo, um dia vou cortá-lo. Não vou chegar assim aos 50 anos…” E com essas palavras volta para o cenário, balançando seus longos cabelos…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s