Managers, a sombra fiel dos artistas

(Matéria escrita por Emilio Morales e publicada no jornal El Universal em 15/12/2003)

Tina Galindo Representar os artistas pode resultar em um dos trabalhos mais bem pagos, ainda que ao mesmo tempo se converta em um dos mais caros, pelo preço que se paga e pela solidão que vivem os managers.

Alguns deles, como Jorge Mondragón (Caifanes, Diego Luna e Gael García) e Rosy Perez (Flans e Susana Zabatela) confessam que sacrificaram sua vida pelo trabalho, outros como as irmãs Tina e María Eugenia Galindo (Daniela Romo, Joan Manuel Serrat e Timbiriche) dizem que foram as circunstâncias que as deixaram solteiras e que isso não as preocupa.

Em uma série de entrevistas com alguns dos representantes mais importantes do país, eles nos contam suas experiências, como Toño Berumen (Fey e Mercurio), que assegura que os lucros podem ir de 10% até 50% dos lucros de contrato.  Os representantes são os guias dos artistas, então são parte fundamental dos seus êxitos, tropeços e fracassos, por isso se tornam a sombra do artista.

Se negou representar Luisimi

Ernestina Galindo, mais conhecida no meio artístico como Tina Galindo e ainda mais conhecida como a mão direita de Daniela Romo, queria ser jornalista: “Sempre gostei de política, mas a vida me levou para outros caminhos e quando era jovem, comecei a estudar atuação com o professor Dimitrio Sarraz. Já são 21 anos de trabalho com Dany”, como carinhosamente a chama. Nesse tempo compartilharam triunfos, contratempos e até momentos angustiosos: “Como o dia em que nos rezamos porque achávamos que íamos morrer. Voávamos de Paris para Luxemburgo e caiu uma tempestade que quase derrubou o avião.”

Antes de começar a trabalhar com Daniela, Tina produzia teatro. Nesse meio começou como assistente do produtor Jorge Estévez: “Eu não tinha experiência e José Luis Gil, que na época representava a Daniela deu a ordem a ela para que me aceitasse em sua equipe”, o que resultou em êxito.

Entrevistada em seu escritório, Galindo lembra que em 1983 pediram que ela fosse representante de um menino chamado: “Luis Miguel, mas naquele tempo disse: Não, não ASPECTOvou trabalhar com meninos e menos com o seu pai que quer se meter em tudo”, assim, não aceitou a oferta. Tina conta uma piada do então representante de Luis Miguel, Hugo Lopez. “Foi quem conseguiu seu primeiro contrato. Na época Hugo trabalhava na Televisa e um dia parou em frente ao senhor Azcárraga Milmo e disse: “Senhor quero comprar um avião com a porcentagem que ganhei trabalhando com Luis Miguel, mas estou lhe dizendo isso porque não quero que você pense que estou fazendo coisas más na sua empresa”.

Tina e Romo sempre estão juntas em tempo e espaço: “Ela possuiu uma etapa muito importante em sua carreira, onde vendeu muitos discos… mas também soube aceitar quando não podia mais ser a protagonista das novelas e então deu o primeiro passo a ser uma “primera atriz”, mas essa também é responsabilidade de um representante: dizer a eles que o êxito não dura para sempre”.

Galindo não quis revelar sua idade e soltou uma gargalhada quando pensou que a questionaríamos. Tina confessou que é solteira graças ao destino: “Sou solteira e vivo sozinha, mas por decisão própria. Não penso que foi um sacrifício, simplesmente foi circunstancial. De fato, tive um noivo com que ia me casar, mas infelizmente ele morreu antes. Aprendi que existem coisas que estão em seu destino..Também aprendi com meu trabalho que muitas coisas são por intuição”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s